A Vila Mariana é um dos bairros da cidade de São Paulo que engloba traços tradicionais e modernos. O bairro tem perfil tanto comercial quanto residencial e está cheio de opções culturais, gastronômicas e acadêmicas em seus arredores.

O bairro localiza-se em uma região estratégica, já que faz fronteira com outros bairros importantes da capital, como Paraíso e Aclimação; está ao lado do maior parque de São Paulo, o Ibirapuera; pega o trecho inicial da Avenida Paulista, considerada um dos principais núcleos econômicos e culturais do país; e ainda possui em seu território diversas instituições acadêmicas, como UNIFESP, ESPM, UNIP, FMU, entre outras.

Um bairro tão completo em serviços e comércios quanto a Vila Mariana consegue proporcionar diversas oportunidades para empresários interessados em explorar a sua extensão. Com ferramentas de inteligência mercadológica e dados geodemográficos, é possível rastrear os setores ideais e que são mais propícios para investimentos na região.

Com informações do GEOpop®, a maior base de informações preparadas especialmente para aplicações de geomarketing do Brasil, a Cognatis reuniu números interessantes que revelam em detalhes a configuração dos residentes e alguns dos mercados que estão instalados por lá. Confira:

A população estabelecida na Vila Mariana já ultrapassou a linha de 90 mil habitantes, com mais de 37 mil domicílios construídos. Os residentes do bairro possuem uma média de 14,56 anos de estudo, sendo que 59,46% dos chefes de família contam com ensino superior. O bairro concentra apenas 7% de migrantes vindos do nordeste, e 76,19% dos responsáveis são nascidos no estado de São Paulo.

Por sua grande dimensão, o bairro concentra uma grande quantidade de solteiros (10.912), o terceiro maior em números totais da cidade, talvez explicado pela concentração de universidades no bairro (13 ao todo). Outra categoria que destacamos na constituição familiar da região é o porcentual alto de domicílios sem filhos, com 56,60%, sendo que a média da capital é de 37,14%.

A renda média individual é de R$ 5.916,37 (com a média paulista de R$ 2.400) e há um total de 65% de domicílios próprios quitados. Os residentes gastam, em média, apenas 34 minutos para realizar o deslocamento entre a casa e o trabalho, enquanto que a média de toda a capital é de 50,84 minutos.

Constatamos que a Vila Mariana é o bairro paulista com maior número de domicílios que gastam em livros, com 13.665, ou um porcentual de 36% do total (maior que a média paulista, de 20%).  Entretanto, em número de livrarias, o bairro não ocupa o primeiro lugar, com 55 estabelecimentos, atrás dos bairros da Sé e Pinheiros.

Os residentes do bairro que frequentam teatros também são um dos maiores da capital. São 2.071 domicílios que gastam em média R$ 62 mensais com esse tipo de atividade, muito maior do que a média da cidade, de R$ 12.

A Vila Mariana é o bairro em que mais se gasta com planos de saúde. O total acumulado do bairro em gastos com essa área é de R$ 8.440.815,09. O ticket médio é de R$345,86, enquanto que na média paulistana, o gasto atinge R$278,30. A região também é o local, depois da Bela Vista, com o maior número de hospitais e prontos-socorros, com 59 espalhados na região.

A habilidade para entender o perfil da Vila Mariana e as oportunidades dessa região só é possível com base em uma fonte consistente de informações demográficas e de mercado. A Cognatis trabalha para que uma empresa possa estudar com precisão as características de cada bairro de modo a tomar decisões corretamente. Acompanhe a Cognatis no Linkedin e Facebook e siga as últimas notícias sobre como aplicar inteligência de mercado ao seu negócio.

2 comments on “Quais os empreendimentos que estão em ascensão no bairro Vila Mariana?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *