O bairro nobre Itaim Bibi, da capital paulista, é uma das regiões que apresenta forte apelo comercial e de negócios, além de ser lembrado constantemente pela oferta de opções gastronômicas que fortalecem a vida noturna do bairro.

O shopping JK Iguatemi e o Parque do Povo são apenas alguns dos empreendimentos que não completaram dez anos no local mas já se tornaram parte da vida dos moradores e frequentadores do bairro. O Itaim Bibi, aliás, tornou-se um dos locais mais caros para se viver em São Paulo. O valor médio do imóvel no bairro passa de R$ 1 milhão. O gasto médio mensal com habitação é de R$ 2.027,67 enquanto que o de aluguel é de 1.043,05; a média na capital é de R$ 601,87 e R$ 309,18 respectivamente.

Do total de 12.272 domicílios, mais de 63% pertence a habitantes que não possuem filhos. A faixa etária predominante dos 26.592 moradores é constituída por indivíduos com idade entre 30 e 49 anos, totalizando 32,22% da população do Itaim Bibi. Confira a tabela abaixo e veja a divisão por faixa etária dos residentes do bairro:

A média de escolaridade do bairro é de 12,67 anos de estudo, sendo que mais de 87% dos chefes de família já possuem ensino superior. Se pegarmos a escolaridade do total de 67.811 trabalhadores diurnos, ou seja, pessoas que trabalham no bairro mas não necessariamente moram lá, constataremos que há uma forte presença de indivíduos com ensino superior (29,63% já possui diploma e 28,91% ainda não concluiu o curso). A renda média da população diurna é de R$ 4.345 contra R$ 8581 da renda média individual da população residente.

Consumo no Itaim Bibi

O consumo no bairro é um dos mais vigorosos da cidade. Vários setores que estão instalados por lá conseguem se manter economicamente graças ao fluxo financeiro maciço da região – a renda média dos trabalhadores do bairro é de R$ 4.359,06. Além da já conhecida presença gastronômica da região, a Cognatis constatou, em análise feita à base do GEOpop®, outros gastos que ganham destaque no local:

O ticket médio gasto pelos habitantes do bairro com higiene, por exemplo, é de R$ 169,54; quase o dobro registrado na cidade, de R$ 93,96. Os residentes do Itaim Bibi também gastam em média R$ 174,30 com perfumes todo mês (o ticket médio no mesmo tipo de estabelecimento em outros bairros da capital é de R$ 77,).

Os gastos destinados ao setor de vestuário é um dos mais altos da cidade. No bairro, gastam-se R$ 360,16 mensais com roupas (contra R$ 172,85 do resto de São Paulo). O valor gasto no segmento masculino é de R$ 151,68 (média de R$ 65,88 na cidade); enquanto que no segmento feminino o valor gasto chega a R$ 172 (sendo R$ 76,74 a média do município).

Chama a atenção também a força comercial das discotecas e danceterias. O valor gasto no bairro é três vezes maior em comparação com o resto da cidade. No Itaim Bibi, os gastos médios das famílias que têm despesas em casas noturnas chegam a R$ 207,07 mensais, contra R$ 65,10 na capital paulista.

Configuração de empresas

O Itaim Bibi está entre os bairros de São Paulo que concentram o maior número de empresas dentro de seu território. Existem 10.790 empresas instaladas por lá, sendo que 8.495 são de serviços, 1.448 de comércio, 527 industriais e 271 de construção civil.

O bairro tem dentro de seus domínios oito supermercados, 11 padarias, 24 adegas, 10 vidraçarias, 20 farmácias, 41 perfumarias e 11 hotéis. Estão também distribuídas nas avenidas e ruas da região 206 lojas de vestuário, 258 restaurantes, 204 lanchonetes e 53 bancos.

Para entender o perfil do bairro Itaim Bibi e as oportunidades que essa região oferece, é necessário consultar uma base consistente de informações demográficas. A Cognatis trabalha para que uma empresa possa estudar com precisão as características de cada bairro de modo a tomar decisões corretamente. Acompanhe a Cognatis no LinkedIn e siga as últimas notícias sobre como aplicar inteligência de mercado ao seu negócio.

Confira também a análise que a Cognatis fez de outros bairros da capital paulista:

Conheça o perfil comercial e demográfico do bairro Bela Vista

Oportunidades no bairro Vila Pompeia: como encontrar?

Quais os empreendimentos que estão em ascensão no bairro Vila Mariana?

Quais oportunidades um empreendedor pode encontrar no bairro da Mooca?

2 comments on “Análise de oportunidades comerciais no bairro Itaim Bibi

    1. Boa tarde Jessica,

      Os dados são provenientes de nossa base de informações GEOpop. Esse artigo foi publicado em Janeiro de 2016 e os dados utilizados eram atualizados para 2014.
      Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *