O desenvolvimento histórico do bairro Bela Vista, uma das regiões nobres da capital paulista, foi impulsionado no século XX pela imigração italiana e também pela transformação nas principais vias em que faz limite, como a Avenida Paulista e a Avenida Brigadeiro Luiz Antônio.

Atualmente o bairro é bem conhecido por ser uma referência em espetáculos e opções culturais, abrigando museus, cinemas, teatros e exposições, próximos a diversas estações de metrô. Estão localizados lá também o MASP (Museu de Arte de São Paulo) e a escola de Samba Vai-Vai.

Esse tradicional bairro paulistano apresenta uma rica composição mercadológica e que faz jus aos investimentos que recebe por empresários interessados em fazer comércio por lá. De acordo com o GEOpop®, a maior base de informações preparadas especialmente para aplicações de geomarketing do Brasil, foi possível conhecer melhor o perfil comercial e demográfico do bairro Bela Vista. Confira o que a Cognatis descobriu:

Perfil demográfico em Bela Vista

A Bela Vista concentra em seus domínios 95.324 habitantes. Desse total, 33,45% são de adultos entre 25 e 44 anos; e 23,19% de jovens com idades entre 20 e 24 anos. Ao menos 44,38% dos responsáveis já possuem ensino superior, e cerca de 60% nasceu fora do município de São Paulo.

O bairro apresenta um dos porcentuais mais altos de domicílios que não possuem filhos, com 69,69% do total, atrás apenas da Consolação, República e Vila Buarque. O bairro também concentra alto porcentual de domicílios alugados com 41,91% (a média na capital é de 23,85% por bairro) e a renda média individual dos residentes é de R$ 3.597 (média do paulistanto está em 2.173 reais).

Na região há também um total de 114.941 trabalhadores diurnos, sendo que desses, 49.049 possuem entre 1 e 2 salários mínimos. O número de trabalhadores diurnos em Bela Vista é o terceiro maior da cidade, atrás apenas do Centro (204.428) e de Cerqueira César (166.514).

Perfil dos gastos em Bela Vista

Ao selecionar alguns dos gastos médios do bairro, conferimos que os moradores gastam em média R$ 801,84 com alimentação por mês (maior do que a média paulista de R$ 712,47). O setor de saúde por sua vez, possui gasto mensal dos residentes de R$ 394,43 (média da cidade está em R$ 306,99).

O ticket médio do bairro em educação é de R$ 341,18 (na capital os gastos médios são de R$ 296,03). São também desembolsados R$ 208,66 com viagens em média, superior ao que é registrado na capital (R$ 137,17). Em se tratando de gastos com lazer, o bairro possui média de R$ 162,31 (o índice médio do município não passa de R$ 60,67).

Perfil comercial em Bela Vista

O bairro é uma das regiões de São Paulo que concentra um número alto de empresas (11.976). Entre os comércios estabelecidos por lá, verificamos que o bairro possui 12 supermercados, 36 padarias e 52 bombonieres. Estão por lá também 17 açougues, 47 adegas e 32 postos de combustíveis.

Bela vista também está bem servida de lojas de vestuário, com 277 instaladas na região, além de 74 perfumarias distribuídas por lá. O bairro é ainda um dos que mais possui hotéis construídos dentro do território, com 45 no total, número que só é inferior a Campos Elísios (60) e República (48).

Para entender o perfil do bairro Bela Vista e as oportunidades que essa região oferece, é necessário consultar uma base consistente de informações demográficas. A Cognatis trabalha para que uma empresa possa estudar com precisão as características de cada bairro de modo a tomar decisões corretamente. Acompanhe a Cognatis no LinkedIn e siga as últimas notícias sobre como aplicar inteligência de mercado ao seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *