As redes sociais dizem muito sobre o seu usuário. Lá é o local onde cada pessoa compartilha seus gostos, dados familiares, locais que frequenta, entre outras informações pessoais. Pois justamente essas informações compartilhadas nas redes sociais podem ser utilizadas para oferecer ofertas mais contextualizadas a cada consumidor, assim como serviços cada vez mais personalizados.

Esse uso de geomarketing e mídias  sociais não é novo. Em situações de desastre, por exemplo, a Cruz Vermelha costuma mapear posts para descobrir áreas que necessitam de ajuda e as melhores formas de direcionar a sua assistência. Para empresas, contudo, o uso do geomarketing e mídias sociais é um campo cheio de possibilidades, inclusive  para transformar a experiência online em offline.

A empresa que teve um voo cancelado pode oferecer ao cliente que passou por essa situação altamente desagradável um programa melhor alinhado aos seus gostos pessoais – como o ingresso para um show, um dia no SPA, uma rodada de golf, entre outros. Tudo isso baseado apenas no que o cliente tem postado em suas redes no último ano. O resultado, é que uma experiência insatisfatória é capaz de se tornar memorável e altamente positiva.

A combinação de geomarketing e mídias sociais também casa muito bem com o setor de seguros. O cliente casou? Teve mais um filho? Comprou uma nova casa? Informações corriqueiras, postadas no Twiiter, Snapchat, Instagram ou Facebook, podem ser preciosas na hora de oferecer uma nova cobertura familiar ou de bens. O mesmo vale para o comércio, que deseja mapear tendências dentro de um público específico, como o público infantil.

A novidade pode assustar pessoas das gerações mais velhas – principalmente babyboomers e Y – ainda não acostumados em um mundo onde as informações se tornam públicas com tamanha facilidade. Contudo, para os millennials e as novas gerações que estão por vir, ofertas contextualizadas a partir de postagem em redes sociais são vistas como uma tendência bastante natural.

Para auxiliar as empresas a mensurar a força de consumo de cada público-alvo, são necessários estudos apurados sobre o mercados, clientes atuais e potenciais. A Cognatis, por meio da linha de produtos GEOpop® (https://www.cognatis.com.br/geopop/) , oferece informações demográficas, econômicas, sociais e de consumo sobre a população que reside ou trabalha nas regiões de interesse, disponíveis em diversos níveis de detalhamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *