Varejistas mais tradicionais têm muitas desvantagens quando concorrem com varejistas online. Lojas virtuais estão sempre abertas e disponíveis a qualquer momento, têm infinitas opções de produtos, seções e departamentos, e podem usar ferramentas digitais para personalizar ofertas aos seus clientes potenciais.

Mesmo assim, lojas físicas oferecem a seus consumidores um número grande de benefícios, incluindo o fato de que o consumidor pode levar o produto para casa na mesma hora – o que para os mais ansiosos, é importante. Mais do que isso, as lojas físicas podem recuperar aquele atendimento mais personalizado, e unir um tratamento especial a uma experiência realmente imersiva. Recentemente, varejistas têm descoberto o poder do marketing digital, aliado a uma experiência já dentro da loja. Novas tecnologias devem permitir aos varejistas competir de igual para igual com a concorrência online, transformando a experiência do consumidor.

Um exemplo disso é como o geomarketing pode ser decisivo para essa interação. A partir de uma análise do entorno do ponto de venda, varejistas podem segmentar, por exemplo, consumidores que frequentam a loja e que moram no entorno do estabelecimento para traçar com segurança seu perfil socioeconômico. Aliado à análise do perfil de consumo do indivíduo, temos aí um retrato fiel do potencial de compra de determinado público. A partir deste ponto, as possibilidades são infinitas.

No varejo, em particular, o geomarketing pode ser especialmente valioso quando se trata de segmentar a comunicação de forma assertiva. No segmento de vestuário feminino, por exemplo, a identificação do público permitiu à empresa descobrir como combater a concorrência de maneira efetiva, qual era o melhor instrumento de comunicação com seu público em potencial e que, mesmo com a baixa penetração da marca na área delimitada, havia uma densidade grande de consumidores que retornavam assiduamente, com um alto ticket médio.

Em um cenário como esse –de vestuário feminino—em que a competição é grande no entorno, com players diversos, uma análise profunda do perfil do consumidor e dos concorrentes pode dar diretrizes mais corretas no que tange à precificação e cesta de produtos dentro de um determinado local. Em tempos de crise, essas análises são primordiais para que a rentabilidade do ponto de venda seja garantida.

Entenda como o geomarketing pode aumentar o potencial de uma região fazendo o download do whitepaper da Cognatis sobre o tema clicando aqui, e veja como essa ferramenta pode ser um importante aliado do seu negócio na hora de determinar onde investir – e como. Quer saber mais? Entre em contato conosco aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *