A páscoa está cada vez mais perto, e para o prazer de muitos chocólatras, existe uma variedade de opções e sabores que dão água na boca de qualquer um. O mercado do chocolate se agiganta nessa época do ano e o volume de opções se justifica, já que 75% da população brasileira consome o alimento, de acordo com estudo do IBOPE.

O Brasil é o terceiro maior consumidor de produtos de chocolates em todo o mundo, no entanto, a indústria passou por retração em 2014; de janeiro a setembro de 2014, a produção teve queda de 2% em relação ao mesmo período de 2013. A indústria chocolateira sentiu o impacto do câmbio e da inflação dos custos no último ano. Importar a matéria-prima ficou mais caro e alguns insumos tiveram aumento de preço. Ainda assim, as grandes empresas do setor tentaram segurar o repasse do aumento para os consumidores finais.

Apesar desse cenário aparentemente complicado, o mercado sempre levanta boas expectativas de vendas para a páscoa. Empresas disputam acirradamente entre si para atrair tanto os consumidores fervorosos quanto os casuais. Essa ocasião é um ótimo exemplo de como o geomarketing pode ser utilizado por grandes redes varejistas e as principais fabricantes para se posicionarem acertadamente nessa época.

Em uma análise mais detalhada, poderemos identificar padrões de comportamento que farão parte do comércio nesse momento de intensa procura por esses alimentos. Segundo levantamento da Abicab, os momentos após o almoço e a tarde são os períodos do dia prediletos para se degustar a iguaria. Em relação ao ponto de compra do produto, os supermercados e hipermercados são os escolhidos por 76% dos consumidores.

Sobre o tipo preferido pelos brasileiros, o bombom avulso é o mais lembrado pelas mulheres, jovens e membros das classes AB. As famosas trufas recheadas são as mais queridas entre os jovens de até 24 anos do sudeste, pertencentes à classe AB. Outra opção bastante procurada pelos brasileiros, são as caixas de bombons sortidos, sendo escolhidas principalmente por consumidores das classes D e E. O chocolate ao leite é o favorito de 58% da população, seguido pelo branco, com 22%, e pelo meio amargo, com 3% de preferência.

A Cognatis oferece uma solução para empresários que enfrentam os desafios no mercado consumidor. O “Modelo para Estimar Potencial de Consumo” é um estudo desenvolvido a partir de um modelo preditivo que irá associar matematicamente características mercadológicas do entorno das lojas existentes aos seus respectivos desempenhos transacionais. Clique aqui para saber mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *