Um dos principais benefícios da inteligência geográfica são as análises detalhadas do potencial de mercado de cada região. Essa análise não abrange apenas as características demográficas do lugar, como muitos devem imaginar. A imersão em novas metodologias de análise geográfica também permite a descoberta de mercados emergentes e oportunidades locais. Com o avanço e a evolução de ferramentas analíticas, o conceito de localização está se tornando mais amplo na medida em que novas configurações mercadológicas se transformam a cada dia.

Cada vez mais, muitas das mudanças estratégias das empresas, independentemente do setor de atuação, são tomadas com base em componentes geográficos e mercadológicos. Existem várias caraterísticas isoladas que determinam se uma região é propícia a receber determinado investimento e até a melhor forma de fazer uma oferta. O perfil de cada região também pode ser importante para estabelecer a melhor estratégia para direcionar a força de vendas e promoções das empresas.

De maneira prática, a inteligência geográfica pode ser aplicada em projetos diversos, tais como:

Avaliar uma região para a abertura de um ponto comercial: nesse caso, o estudo pode ser aplicado a qualquer estabelecimento voltado para o varejo. Um estudo de geomarketing pode avaliar o perfil dos habitantes e transeuntes da região, incluindo dados demográficos e sócio econômicos, a presença de concorrentes e do comércio geral da região, a estrutura viária e determinar se está de acordo com o público e características geográficas ideais aos produtos que serão ofertados.

Otimizar os territórios de vendas ou promoção: esse estudo utiliza as técnicas de inteligência geográfica juntamente com modelos matemáticos visando calcular a melhor e mais eficiente distribuição territorial para uma equipe de vendas ou promoção de empresas que operam B2B comercialmente.

Utilizar inteligência geográfica no setor de utilidades públicas: As novas plataformas de geomarketing possibilitam que empresas de utilidades públicas determinem com maior assertividade onde realizar investimentos em infraestrutura se baseando no perfil dos habitantes e comércio da região, além de estimar a demanda por seus serviços e produtos.

Aplicar modelos preditivos para estimar o potencial de uma região: Os estudos de geomarketing são particularmente úteis para estimar o potencial de consumo de um produto ou serviço em determinada região. Esse serviço já é amplamente utilizado por empresas de vários setores como varejo, TV por assinatura, serviços de saúde, etc.

A inteligência geográfica é mais do que apenas uma análise espacial. É a habilidade de visualizar dados espaciais aliados a dados socioeconômicos e técnicas matemáticas para identificar e analisar objetivos frequentemente buscados por empresas em diferentes setores. Com a evolução dos sistemas de informações geográficas, esta técnica passou a ser crucial para determinar a estratégia comercial de vários tipos de empresas.

 

Por meio de um software de inteligência geográfica, executivos podem ter acesso a uma grande quantidade de informações, como um amplo conjunto de indicadores demográficos, econômicos e de consumo, bem como informações sobre as empresas e potencial de mercado em regiões de interesse.

 

O geomarketing geralmente é associado ao serviço prestado às empresas de varejo que querem abrir um novo ponto ou expandir suas redes. No entanto, essa percepção do geomarketing é limitada. Baixe o whitepaper da Cognatis e saiba como as empresas podem explorar as novas vertentes do geomarketing.

 

Quer saber como a Cognatis pode ajudar a trazer inteligência de mercado para a sua empresa? Acompanhe a Cognatis pelo Linkedin e saiba como aplicar estudos de geomarketing ao seu negócio.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *