Para avaliar corretamente uma área geográfica ou um bairro, de modo a aplicar investimentos de maneira inteligente, uma empresa precisa conhecer o perfil demográfico dos consumidores do lugar. Para analisar os indícios que apoiem os investimentos, é possível realizar estudos com base em dados georreferenciados sobre um amplo conjunto de indicadores demográficos, econômicos e de consumo.

Confira agora a segunda parte do artigo sobre quais são as variáveis demográficas que uma empresa pode mensurar:

Potencial de consumo de uma região

Nesse módulo, é possível reunir indicadores de potencial de consumo por diferentes níveis geográficos, tais como município, bairro e setor censitário, para categorias como:

  • Alimentação no lar
  • Alimentação fora do lar
  • Combustível
  • Manutenção do lar
  • Artigos de limpeza
  • Mobiliários e artigos do lar
  • Eletrodomésticos e equipamentos
  • Vestuário
  • Higiene e cuidados pessoais
  • Gastos com medicamentos
  • Outras despesas com saúde
  • Transportes urbanos
  • Gastos com veículo próprio
  • Livros e material escolar
  • Matrículas e mensalidades
  • Despesas com recreação e cultura
  • Despesas com viagens
  • Outras despesas sob demanda

Entre todas essas categorias é possível caracterizar o perfil de consumo das famílias residentes por consumo total em reais, ticket médio de consumo, penetração de consumo por categoria de produto e categorias por classe de renda.

Quanto se vende em uma região?

As variáveis podem ser organizadas de modo agrupar informações sobre a natureza e quantidade dos produtos e serviços vendidos pelas empresas localizadas em uma região:

  • Quantidade de empresas e faturamento total: são variáveis medidas por faixa de faturamento, por setor e porte, baseadas em estimativas de faturamento presumido de estabelecimentos comerciais e de serviços.
  • Raio-x do comércio: nesta classificação, as informações de empresas e seus serviços e produtos podem ser exibidos por diferentes setores de serviços, comércio, indústria, construção civil e agropecuária. Por exemplo, quantidade de hospitais, agências bancárias, concessionárias, escolas, redes de fast food, etc.

Como será aqui no futuro?

Dependendo do fornecedor de soluções em inteligência de mercado e de estudos em geomarketing, uma empresa pode conhecer as projeções para o futuro e fazer planejamento de longo prazo mais assertivo, analisando indicadores de tendência de crescimento, envelhecimento, enriquecimento populacional e de investimentos públicos ou privados, que poderão transformar uma região no curto ou médio prazo.

A Cognatis está pronta para mapear o seu negócio e fornecer soluções em geomarketing por meio de um amplo e atualizado conjunto de informações demográficas, econômicas, sociais e de consumo sobre a população que reside ou trabalha nas regiões de interesse, disponíveis em diversos níveis de detalhamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *