De acordo com os dados divulgados pelo portal imobiliário Viva Real, o bairro do Capão Redondo foi o que mais valorizou o m² dos imóveis no segundo trimestre desse ano. Os preços no local subiram 28% na comparação com o primeiro trimestre. Com a inauguração da estação de metrô há cinco anos, a região aumentou a procura por imóveis.

Para melhor entender o momento que vive essa região, elaboramos um raio-x para desvendar os números que abrangem a ascensão desse distrito da região sul da cidade de São Paulo. Confira:

A população é de 47.616. Desse total, cerca de 39% são nascidos na capital e 40% provenientes da região nordeste. A renda média familiar é de R$ 2.070. Os domicílios ocupados nesse distrito compreendem 14.725 habitações. O gênero computado revela a presença de 22.619 homens e 24.996 mulheres. As crianças entre zero e nove anos totalizam 6.656 enquanto que adolescentes, com idades entre 10 e 19 anos, foram calculados em 7.846.

O cálculo de anos estudados entre os habitantes indica que a média na região é de 7,45 anos. Os chefes de famílias que estudaram pelo menos até o primeiro grau são 9.144, e os que alcançaram o segundo grau são 3.631.

Dentro dos domicílios foram registradas 6.396 residências com até um dormitório. Com até dois dormitórios foram contados 6243 residências e de três ou mais dormitórios são estimados em 2.066 domicílios. A média é de 1,7 dormitórios por residência. Foram referidas também 10.888 residências com apenas um banheiro sendo que a média é de 1,3 banheiros por habitação.

Foram alegados 14.480 domicílios com pelo menos um aparelho de televisão e 5.380 com pelo menos um carro. O tempo médio de deslocamento é de cerca de uma hora e 22 minutos.

Com Folha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *