A região “Centro” da cidade de Florianópolis é reconhecida por ser um dos mais valorizados da capital catarinense. O bairro foi o escolhido pela Cognatis, empresa especialista em geomarketing, para passar pelo já tradicional raio-x que é elaborado todos os meses sobre os bairros brasileiros.

A capital catarinense é uma das mais procuradas em alta temporada por turistas do Brasil e do mundo por ofertar um cenário paradisíaco com belas praias e ambiente hospitaleiro. Em se tratando do movimento turístico na cidade, verificou-se que em janeiro deste ano, os hotéis com maior ocupação foram os do Centro, com 78,6% dos leitos preenchidos, enquanto as praias ficaram em 77,1 %.

O Centro também se destaca por estar próximo a muitas das instituições educacionais, e consta-se que a maioria dos estudantes de universidades prefere estabelecer residência nos bairros próximos às universidades. O preço do aluguel é o mais caro da cidade, sendo que o valor para um apartamento de dois quartos custa em média R$1.800.

Há um registro de 21.340 domicílios no território; desses, 17.794 estão oficialmente ocupados, com divisão de 77% de apartamentos e 21% de casas. Mais da metade dos domicílios possuem ao menos um automóvel, já que foram computados 12.727 domicílios com carros.

Abordando mais especificamente os domicílios cedidos para aluguel, verifica-se que o bairro apresenta 4.227 nessas condições.

Em números absolutos, a população do bairro é de 45.565 habitantes, sendo que em sua maioria, é constituído por moradores com 10 anos ou mais de residência, ou 76% do total – pelo menos 66% não nasceu no município.

A classe AB predomina no lugar, com 74% dos residentes pertencentes à essa classe. Cerca de 55% dos chefes de família possuem ensino superior e a média de anos de estudo dos moradores da região é de 14 anos. A renda média familiar é de R$ 8.154.

Há um registro alto de solteiros residentes na área, com índice de 24%; outra parcela significativa na região é expressa na categoria de famílias constituídas por chefes casados com idade entre 25 e 64 anos, com filhos e duas rendas, correspondendo à 20% da população residente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *