Se você procura expandir os seus negócios de forma assertiva, veja aqui como é possível utilizar as tecnologias de geomarketing com sete exemplos aplicados a negócios:

Expandindo uma rede de escolas de idiomas

A aplicação do geomarketing à expansão de redes de franquias é estratégica para quem quer expandir a rede com  segurança de  rentabilidade – mais do que isso, o geomarketing pode trazer ao PDV um retorno muito mais rápido. No caso das escolas de idiomas, a ferramenta pode ser usada tanto para expandir novos PDVs, como para aumentar a rentabilidade dos já existentes.

No primeiro caso, ferramentas de geomarketing auxiliam na avaliação do potencial de consumo de uma região, localização da concorrência e perfil sociodemográfico da população para tangibilizar o potencial do negócio. Para quem busca eficiência, o geomarketing proporciona a análise correta e a elaboração de campanhas com o foco no potencial público-alvo da região, para aumento da conversão.

Aumentando a rede de farmácias

Aumentar a rede de farmácias também pode ganhar insights estratégicos a partir do geomarketing. As ferramentas de geomarketing podem auxiliar na determinação, por exemplo, das regiões mais carentes de farmácias, mas com público diurno ou residencial relevante para este tipo de negócio, bem como mensurar qual é o tamanho da oportunidade nos locais escolhidos para a abertura de novas lojas.

Entendendo onde a panfletagem funciona melhor

Um dos setores que utiliza a panfletagem ainda de forma massiva é o imobiliário. E o investimento não é pequeno: além dos prospectos geralmente trazerem a qualidade que precisa refletir o produto, há emprego de mão de obra temporária para sua distribuição. A questão é: como saber onde fazer a panfletagem de um novo empreendimento para gerar maior conversão? Neste ponto, as ferramentas de geomarketing também são essenciais para determinar aspectos populacionais que podem levar a vendas efetivas.

Captando clientes de alto potencial para a venda direta

Uma empresa de venda direta e online, com atendimento a domicílio precisa ter uma estratégia efetiva para a captação de clientes de alto potencial. Para isso, é preciso segmentar a carteira de clientes de forma correta, levando em consideração características sociodemográficas como maior valor de vida do cliente, maior fidelização, e maior ticket médio. Esses perfis podem ser apurados a partir do estudo das áreas geográficas com maior presença deste tipo de cliente.

Geomarketing no B2B

Apesar de ainda pouco difundido, a utilização do geomarketing dentro do B2B vem crescendo rapidamente.  Nesse segmento, é possível segmentar empresas a partir da sua relação espacial com seus fornecedores e clientes-chave para otimizar processos de  logística e entrega de mercadorias ; ou a partir do ponto de vista de vendas as rotas de promotores e vendedores, reduzindo assim custos operacionais e aumentado a eficiência da força de vendas.

Dois exemplos sobre como esse tipo de segmentação pode ajudar são: segmentação de atividades, tamanhos, processos industriais dos clientes mais importantes; dimensionamento de cada segmento de mercado, bem como oportunidades de crescimento, e identificação de presença dos segmentos mais importantes no plano geográfico.

Expandindo uma rede de postos de combustível

Este também é outro segmento que ganha muito em eficiência e competividade com o geomarketing. Um dos desafios conhecidos nesse segmento de empresas que trabalham com distribuição de combustível é saber onde há o potencial mercadológico para expandir a rede. A busca pode ocorrer a partir de três modelos: a partir de parcerias, com a abertura de novos postos de combustíveis, ou na expansão por meio da compra de postos já existentes, convertendo um posto sem bandeira ou com bandeira branca. Faça o download do e-book da Cognatis sobre como expandir redes de postos de combustível aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *