Muito se tem discutido sobre o Pokémon Go, jogo criando pela Niantic Games que provocou um verdadeiro frenesi no mobile,como há muito não se via. Ao combinar técnicas de realidade aumentada e gamificação, o jogo pode ter apontado  um dos possíveis caminhos para o geomarketing e do uso da tecnologia GIS pelas empresas, como uma forma de gerar engajamento e informações ricas sobre seu consumidor.

O Pokémon Go não é o primeiro a entrar nessa seara: a primeira onda aconteceu com o Foursquare, cerca de sete anos atrás. No mesmo ano, o primeiro app de realidade aumentada, do metrô de Paris, havia sido lançado na Apple Store. Desde então, vários desenvolvedores tentaram unir o mundo digital ao mundo real, sem sucesso.

E por que o jogo tem feito tanto sucesso, frente a tantas outras iniciativas? Veja aqui alguns motivos:

1. Gamificação é o “ingrediente a mais”. Pokémon Go é um jogo. Até aí, nenhuma novidade. Mas não é um jogo qualquer: seu algoritmo resultou em uma mistura perfeita –ele não é tão fácil ao ponto de ser desinteressante, nem tão difícil ao ponto de causar a desistência do usuário. O usuário evolui de nível, pode lutar com outros usuários e também evoluir seus monstrinhos.

2. Sua audiência é enorme. Jogos têm a possibilidade de transcender vários fatores socioeconômicos. O Pokémon Go é acessível a qualquer usuário que tenha um smartphone. A segurança do jogo permite que crianças joguem sem supervisão, ao mesmo tempo em que o jogo cativou toda uma geração de adultos nostálgicos.

3. Os usuários estão liderando sua adoção, e não os especialistas em marketing. Profissionais de marketing tendem a primeiro resolver o problema das suas próprias empresas, para depois pensar nos seus consumidores. As pessoas querem ser entretidas e inspiradas por novas ideias. Pokémon Go é entretenimento puro, já que transforma o mundo em uma aventura atrás dos famosos monstrinhos. Mais do que isso, o jogo também tem conteúdo, pois é baseado na extensa série de TV.

Em resumo, o Pokémon Go não foi criado para tornar-se uma ferramenta de localização do consumidor, mas sem querer lançou várias tendências que, no futuro, poderemos ver no planejamento de marketing de algumas empresas: o cruzamento de informações de localização com entretenimento, e a gamificação como um componente essencial para engajar o consumidor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *